A Georgia plantation can’t hire a permanent foreign worker for a role advertised as paying 60 cents less a year than mandated regulations, after the Board of Alien Labor Certification Appeals rejected its argument it had made a harmless error.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu