A U.S. congresswoman said Wednesday she has learned that at least 17 women detained at a Georgia immigration detention facility have undergone unnecessary gynecological medical procedures, fueling calls to probe allegations of forced hysterectomies at the facility.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu